Debate sobre prevenção às doenças cardiovasculares e diabetes, coordenado pela cardiologista Ellen Barroso

‘Saúde na Real’: mais informação é mais saúde
Programa trouxe para os beneficiários da Real Grandeza assuntos ligados a bem-estar e qualidade de vida
O ano de 2016 marcou o início de um novo tempo na relação da Real Grandeza com os seus beneficiários nas questões relativas à Saúde. Ao mesmo tempo em que fez importantes ajustes para superar os desafios assumidos quando passou a gerir os planos das patrocinadoras Furnas (maio/2015) e Eletronuclear (janeiro/2016), a FRG ampliou os cuidados para garantir o bem-estar dos seus beneficiários. Importante novidade nesse sentido foi a criação do programa Saúde na Real. De agosto a dezembro, foram trazidos para o dia a dia da Fundação temas importantes ligados ao bem-estar e à qualidade de vida. Mensalmente, foram realizadas ações de prevenção e promoção à saúde, sempre contando com o apoio de profissionais especializados.
Chikungunya Saiba como se prevenir da doença que, como a Dengue e a Zica, também é causada pelo Aedes Aegypti
Nos últimos anos, um mosquito vem provocando danos à saúde de boa parte da população brasileira: o Aedes Aegypti. Causador de doenças como Dengue e Zika, ele tem sido motivo de muita preocupação por parte de pacientes e autoridades de saúde em geral. Mais recentemente, junto com outro mosquito, o Aedes Albopictus, passou a ser identificado como responsável também pela transmissão aos brasileiros de mais uma doença: aFebre Chikungunya. Chikungunya significa "aqueles que se dobram" na língua swahili – um dos idiomas da Tanzânia, na África. O nome é uma referência à aparência curvada dos pacientes que foram atendidos na primeira epidemia documentada naquele país, entre 1952 e 1953. No Brasil, o primeiro registro da doença é de 2014. Até dezembro de 2016, haviam sido notificados mais de 260 mil casos no país. Sintomas Os sintomas da Chikungunya são clinicamente parecidos com os da dengue, como febre de início agudo, dores musculares, dor de cabeça, náusea e fadiga. A principal diferença são as dores nos dedos, tornozelos e pulsos, bem como fortes dores nas articulações, que muitas vezes vêm acompanhadas de inchaço. Além disso, é comum o aparecimento de manchas vermelhas na pele. Sinais como esses começam a aparecer entre dois e doze dias após a picada do mosquito. Mas cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas. Outro aspecto curioso é que não é possível ter Chikungunya mais de uma vez. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Tratamento e prevenção Não existe vacina ou tratamento específico para a doença. Os sintomas são tratados com medicação para a febre (paracetamol) e para as dores articulares (anti-inflamatórios). Uma das medidas mais importantes é o repouso absoluto do paciente, que deve beber líquidos em abundância. Assim como fazem com a Dengue, é fundamental que as pessoas reforcem as medidas de eliminação dos criadouros de mosquitos nas suas casas e na vizinhança (veja quadro). Além disso, as secretarias municipais de Saúde devem adotar ações de eliminação de focos do mosquito.
leia mais O Saúde na Real promoveu palestras sobre assuntos 
relevantes, como doenças cardiovasculares, diabetes, saúde da mulher e hábitos de vida saudável, entre vários outros. veja infográfico ﷯
Cuidando da nossa casa para evitar o mosquito
Repelentes e inseticidas são importantes aliados
Aguda, subaguda e crônica: conheça as fases da doença
leia leia leia
A modalidade do Plano de Saúde da Real Grandeza, com mais de 40 mil vidas em sua carteira, é autogestão. Isso significa que é a própria Real Grandeza que administra o programa de assistência à saúde de seus beneficiários – empregados ativos de suas patrocinadoras e de seus próprios empregados, além de aposentados, pensionistas – e de seus dependentes. Vários estudos identificam esse modelo de plano como o que oferece melhor qualidade e maior abrangência (e com menores custos). Mas o que muitos não percebem é que um plano coletivo precisa ser utilizado de forma racional por cada beneficiário para que mantenha o seu equilíbrio financeiro e para que realmente as suas vantagens apareçam e até aumentem com o tempo. A manutenção do equilíbrio de um plano de saúde de autogestão depende diretamente do uso consciente por parte de seus beneficiários. Só assim ele será um benefício duradouro e um diferencial de qualidade de vida. Para isso, é muito importante que cada beneficiário procure adotar medidas como verificar os gastos no extrato de utilização e informar a Real Grandeza sobre qualquer irregularidade que for encontrada. Situações que devem ser evitadas _ Existem diversas situações do cotidiano que podem se reverter em prejuízo ao plano e, por consequência, a todos os beneficiários. Por exemplo: o usuário precisa fazer um tratamento que envolve várias sessões (como é o caso de procedimentos de fisioterapia) e, logo no primeiro dia, assina uma guia autorizando da primeira à última sessão. Muitas vezes, no entanto, acontece de o paciente não realizar todas as sessões e, nesse caso, tanto o plano quanto o usuário acabam pagando por um serviço que não foi plenamente prestado. Outra situação do dia a dia que pode prejudicar o plano e, por consequência, a saúde de todos os beneficiários, é quando o paciente vai ao médico e não leva seus exames anteriores. Isso porque sem essa referência é possível que o profissional peça novos exames que seriam desnecessários se ele tivesse o histórico do paciente à mão. Ou ainda: um médico solicita diversos exames e, quando o paciente retorna para mostrar os resultados, recebe uma nova guia de consulta para assinar. Tal procedimento é inadequado e até abusivo, pois não se trata de uma consulta, mas de um retorno, cujo valor está incluído na consulta que gerou a demanda. Portanto, fique atento e tome conta do seu plano. Para a manutenção da qualidade do atendimento para todos, é fundamental que cada associado esteja vigilante. Cuide bem do seu plano de saúde Uso consciente por parte de todos proporciona um melhor atendimento para cada um
Alguns cuidados ao usar o seu plano de saúde
Confira os Indicadores do Plames
Rua Mena Barreto, nº 143/6º andar Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22271-100 Central de relacionamento com o participante: 0800-282-6800 E-mail: comunic@frg.com.br - Tel.: 2528-6800 www.frg.com.br

@ Real Grandeza Fundação de Previdência e Assistência Social        Conteúdo: diretoria de investimentos da FRG        Produção: Link Comunicação Integrada         Desenho: João Carlos Guedes