Real Grandeza atinge patrimônio de R$ 16 bilhões

O patrimônio preliminar da Real Grandeza superou os R$ 16 bilhões neste início de 2019, um avanço de quase R$ 1 bilhão nos últimos 12 meses, mesmo após pagar praticamente outro bilhão de reais em benefícios no período. “Diante de um 2018 desafiador, consideramos o resultado muito expressivo”, diz Sérgio Wilson Fontes, presidente da entidade. Segundo ele, as carteiras de investimentos dos dois planos de benefícios previdenciários administrados tiveram desempenho extremamente favorável, tanto nos ativos de renda fixa quanto nos de renda variável.

As medidas defensivas tomadas no início do ano passado, quando as expectativas de crescimento ainda eram otimistas, explicam parte do resultado. “A alocação estratégica das Políticas de Investimentos, aprovadas no fim de 2017, já direcionava para uma redução das posições em ações e em títulos públicos de longo prazo, com elevação da parcela de capital direcionada a ativos de liquidez elevada e atrelados à Taxa Selic. A estratégia contribuiu para atenuar os impactos negativos das oscilações dos mercados sobre o patrimônio dos Planos”, afirma o executivo.

A estratégia de ampliar a liquidez das carteiras se mostrou acertada, pois o quadro positivo observado nos primeiros meses do ano se reverteu a partir de abril, em decorrência do cenário global adverso; das incertezas com o quadro eleitoral brasileiro; dos impactos da paralisação dos caminhoneiros, em maio; da retomada mais lenta da atividade; e da queda da confiança dos investidores. A partir da definição do cenário eleitoral, contudo, o Comitê de Investimentos aprovou a estratégia de aumento no segmento de renda variável, cujo resultado tem sido muito proveitoso; prova disso são os recordes sucessivos de pontuação do Ibovespa, o principal índice de ações do país.

“Mesmo no cenário adverso, a rentabilidade potencial de longo prazo dos Planos da Real Grandeza se manteve em patamar superior aos indicadores estabelecidos, formando um “colchão” para o cumprimento das metas de retorno fixadas para o período”, complementa Sérgio Wilson Fontes, acrescentando que o Plano de Contribuição Definida sofreu o impacto das altas do IGP-DI, índice de inflação que compõe a taxa atuarial do plano, em boa parte do ano passado.

(11/01/2019)

Fundação Real Grandeza

Real Grandeza Fundação de Previdência e Assistência Social

Rua Mena Barreto, 143 – Botafogo – RJ

CEP: 22271-100 • e-mail: grp@frg.com.br